Seja bem-vindo ao site da Pontual Contabilidade
English Italien Español Français Deutsch

Canais de distribuição | Tornaram-se grande fator de diferenciação competitiva

Os canais de distribuição representam as diferentes maneiras pelas quais o produto é colocado à disposição do consumidor. Existem duas maneiras de escoar o mesmo produto: a venda direta e a indireta. A primeira é a mais usada, pois as pequenas e médias empresas preferem atender seus consumidores com a própria equipe.

No entanto, existem empresas integradas verticalmente e que gerenciam toda a cadeia produtiva, desde a matéria-prima, passando pelo produto, até a distribuição. Mas existem aquelas que são integradas até a produção e deixam os canais de distribuição em mãos de terceiros, mediante vendas indiretas.

Há vantagens e desvantagens em controlar os canais de distribuição, dependendo do grau de eficiência e da complexidade de cada empresa e da dinâmica do setor. Para saber o melhor caminho, três itens importantes precisam ser bem definidos: os custos envolvidos, a cobertura e o controle sobre os produtos. É importante ter em mente que nem sempre os canais diretos têm custos menores. E a empresa deve visualizar os custos de distribuição como centros de lucros, ou seja, como investimentos. Além das vantagens competitivas.

De acordo com o professor Anderson Santos, especialista em logística empresarial, “com a prospecção de novos mercados, novas fronteiras geográficas surgem e com o aumento das distâncias entre os polos produtores e consumidores, temos como consequência os riscos de ruptura no atendimento por falta de produtos, nesse contexto os Centros de Distribuição tornaram-se o grande fator de diferenciação competitiva, tendo como principal finalidade agregar valor por meio da disponibilidade imediata de produtos, com flexibilidade para atender as demandas de forma personalizada e com a velocidade exigida pelo consumidor”.

Segundo o professor, o Centro de Distribuição tem como finalidade gerenciar o fluxo de produtos e informações associadas, de modo que possa contribuir para a redução das distâncias, diminuindo os prazos de entrega, contribuindo para o atendimento das necessidades dos consumidores.

De acordo com especialistas, o produtor pode desempenhar funções de distribuição: se o mercado geográfico, ao qual se destina seu produto, for extremamente pequeno; se as necessidades dos clientes forem altamente especializadas, e se os níveis de risco forem baixos. Caso contrário, pode ser melhor trabalhar com intermediários.

Caso haja interesse num controle maior do processo, deve-se optar por um canal direto, para que não haja alteração na apresentação do produto. Caso contrário, a empresa precisa estar atenta aos distribuidores que lhe garantam apoio no sentido de comercializar a mercadoria sem interferir em sua essência.

As empresas também precisam planejar o meio de transporte, armazenamento, manuseio e, fundamentalmente, as condições de entrega, ou seja, quem irá pagar os custos de frete? Quem irá selecionar as transportadoras? Quem irá arcar com o risco de danos em trânsito? Os riscos também podem ser partilhados ou ficar sob a responsabilidade do produtor.

Enfim, é preciso estar atento tanto para as atividades de distribuição física ou logística como para os canais de distribuição, sempre com o intuito de que o produto chegue às mãos dos consumidores com os menores custos e no menor espaço de tempo, primando sempre pela melhor qualidade.

Cotações e Índices

Moedas - 27/03/2020 15:52:48
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 5,021
  • 5,023
  • Paralelo
  • 4,370
  • 5,100
  • Turismo
  • 5,000
  • 5,300
  • Euro
  • 5,537
  • 5,541
  • Iene
  • 0,046
  • 0,046
  • Franco
  • 5,212
  • 5,216
  • Libra
  • 6,094
  • 6,097
  • Ouro
  • 261,110
  •  
Mensal - 04/03/2020
  • Índices
  • Jan/20
  • Dez/19
  • Inpc/Ibge
  • 0,19
  • 1,22
  • Ipc/Fipe
  • 0,29
  • 0,94
  • Ipc/Fgv
  • 0,59
  • 0,77
  • Igp-m/Fgv
  • 0,48
  • 2,09
  • Igp-di/Fgv
  • 0,09
  • 1,74
  • Selic
  • 0,38
  • 0,37
  • Poupança
  • 0,05
  • 0,05
  • TJLP
  • 5,09
  • 5,57
  • TR
  • -
  • -

saiba mais »

Agendas Tributárias

  • 31/Março/2020 – 3ª Feira.
  • IOF | Imposto sobre Operações Financeiras.
  • COFINS/PIS-PASEP | Retenção na Fonte – Autopeças.
  • IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração mensal.
  • IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração trimestral.
  • IRPJ/CSL - Lucro real anual - Saldo de 2019.
  • IRPJ | Imposto de Renda Pessoa Jurídica | Renda variável.
  • IRPJ/Simples Nacional | Ganho de Capital na alienação de Ativos.
  • IRPF | Imposto de Renda Pessoa Física.
  • REFIS/PAES | Programa de Recuperação Fiscal.
  • REFIS | Programa de Recuperação Fiscal.
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro | Profut | Parcelamento de débitos junto à RFB e à PGFN.
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Recuperação Previdenciária dos Empregadores Domésticos - Redom (Parcelamento de débitos em nome do empregado e do empregador domésticos junto à PGFN e à RFB).
  • DOI | Declaração de Operações Imobiliárias.
  • DME | Declaração de Operações Liquidadas com Moeda em Espécie.
  • Operações com criptoativos.
  • Programa bienal de segurança e medicina do trabalho.
  • Declaração de Benefícios Fiscais (DBF).
  • Declaração de Transferência de Titularidade de Ações (DTTA).
  • Declaração de Informações Socioeconômicas e Fiscais (Defis).
  • Informações prestadas pelas entidades de previdência complementar, sociedades seguradoras e administradoras de Fapi
  • Declaração de Rendimentos Pagos a Consultores por Organismos Internacionais (Derc).

saiba mais »


Rua Cândido Portinari, 532 - Vila Tito de Carvalho (Vila Xavier) - Araraquara - SP
CEP: 14810-255   |   Fone: 16. 3305 3030
Desenvolvido pela TBrWeb
( XHTML / CSS )